7.3.08

Aconteceu


Esqueci-me de ti na cinza de um cigarro,
Entre as 02h17 e as 02h23,
Como amantes enquanto o tempo passa,
Na escravidão que o amor encerra.

Tu e Eu.

E um medo nunca vem só.

Registo-te neste instante,
E não sei se está escrito,
Mas é nos teus olhos,
Que o teu amor está dentro de mim.

Eu e Tu.

Entre as curvas que és ponte.

Foram danças que te levaram,
Neste tango que nunca parte,
E assim o silêncio que mais chora,
Tu de mim e eu a ti neste adeus.

Não Tu Não Eu.

Enquanto as palavras forem cegas.

Um comentário:

Dança de lágrimas ... disse...

Acontece e é assim, tão indiscutivelmente fácil. Tu e eu e toda uma batalha com o tempo, por uma vida =)

Beijo em ti*